Como tomar posse do meu poder pessoal?

O que isso tem a ver com ser um adulto responsável?

DEFINIR LIMITES - POR QUE FAZER ISSO?

     

«Quando você não sabe quanto vale, recebe menos»



Oie meus amados, tudo bem com vocês? Eu espero que sim!

Em muitas ocasiões, colocar limites em nossa vida nos custa muito, e mais ainda quando são pessoas que amamos e fazem parte de nossa família. Por isso quis trazer à tona esse assunto, pois devido a situação do momento atual, muitos de nós estamos isolados convivendo de forma mais intensa com algumas pessoas, principalmente da nossa própria família, quem amamos muito. E justamente desse contraste, do amor que pode surgir sentimentos não tão positivos assim. Podem surgir raiva, stress, gritaria e uma infinidade não só de sentimentos, mas de situações complicadas sim. 

Estabelecer limites em nossa vida é necessário porque isso determina a nossa segurança emocional e nossa auto-estima.

Estabelecer limites permite que as pessoas reconheçam nosso valor, além disso a nossa auto-estima e confiança também aumentam. Por outro lado, se não o fizermos, as pessoas continuarão a ultrapassar nossos limites, independentemente de nossa discordância do que estamos vivendo e/ou passando e do dano causado.

Em muitas ocasiões, colocar limites em nossa vida nos custa muito, e mais ainda quando são pessoas que amamos e fazem parte de nossa família.


Permitimos que as pessoas passem por essa linha imaginária de respeito e valor apenas para agradá-las. E somos nós quem permite essa situação. A real é que, ao pensar em colocar limites em nossos pais, amigos ou parceiro, nos sentimos angustiados. Sentimos que, ao fazermos isso, os relacionamentos mudarão, ficaremos sozinhos e eles se afastarão.

O QUE SÃO LIMITES?

Limites são uma linha imaginária que não deve ser ultrapassada por outra pessoa ou e nem por nós mesmos. Pois é. Nem por nós mesmos. Desde que a idéia seja proteger e cuidar de nosso bem-estar emocional, preservando a nossa saúde mental, o nosso valor próprio e a nossa auto-estima ele é 100% válido.

Não colocar limites desde o primeiro momento em que uma situação que vai contra nós fará com que aquilo aconteça novamente, pois somos nós que devemos colocar nossos próprios limites com as outras pessoas.

A grande questão é que isso não acontece pelo simples fato de não expressamos o nosso desconforto e, portanto, as pessoas continuarão a fazer a mesmo coisa, e cada vez que elas irão invadir mais e mais o nosso espaço, independentemente se os nossos limites estão bem delimitados e marcados na nossa mente. 

Nós mesmos estabelecemos os limites. E nós mesmos devemos comunicá-los.

As pessoas não entendem até que ponto continuar ou parar alguma ação, alguma atitude, algum diálogo, porque simplesmente não indicamos até onde elas podem ir conosco, e, por esse motivo, é de grande importância expressar e comunicar, deixando claro se estamos aceitando ou não.

O mais importante é ter em mente que depende do que aceitamos ou não, Pois isto é o reflexo do nosso amor próprio. Quanto mais forte nossa confiança, segurança emocional e nossa auto-estima forem altas, menos toleraremos as ações negativas das outras pessoas com a gente mesmo. 

A pessoa mais importante em nossa vida, somos nós mesmos e não devemos permitir que as pessoas nos tratem ou façam o que acham certo.

Nosso limite é estabelecido por nós mesmos e não podemos tolerar as pessoas que invadem este espaço que é tão essencial para nós.

Se não nos reconhecermos como seres auto-suficientes e autônomos, ninguém fará isso por nós.

VOCÊ SABE COMO COLOCAR LIMITES NA SUA VIDA? OU MAIS IMPORTANTE AINDA: VOCÊ SABE COMO RECONHECER OS SEUS LIMITES?

É necessário e saudável para nós, porque, se não o fizermos, permitiremos que as pessoas façam ou digam coisas que nos machucam emocionalmente.  Estabelecer limites nos ajuda a construir nossa identidade e caráter.

Portanto, perceba que estabelecer limite é o reflexo de nosso amor próprio, pois está relacionado à capacidade de aceitar ou não algo ou alguém que não queremos em nossa vida. E isso nos torna adultos responsáveis de nós mesmos.
Quando nossa auto-estima é baixa, deixamos de estabelecer limites em nossas vidas, porque não conhecemos nosso valor.

LIMITES EMOCIONAIS E LIMITES FÍSICOS

Eles estão relacionados, ou seja, se não há limites físicos, também não existem limites emocionais, porque nosso exterior é um reflexo de nosso interior. Por exemplo: Se afastar de uma pessoa, dizer não quando não queremos ir em uma festa, não permitir que uma pessoa entre em nosso quarto ou casa, se não quisermos. Não permitir que uma pessoa verifique nossas coisas pessoais, enfim, são muitos os limites físicos que podemos e devemos colocar no nosso espaço que ocupamos.

SINAIS QUE NÃO ESTAMOS COLOCANDO LIMITES NA NOSSA VIDA

Sempre dizemos que sim, mesmo que no fundo, não desejemos aquilo
Continuamos apoiando pessoas que não reconhecem nosso valor
As pessoas não respeitam o nosso espaço (sono, telefone celular, telefonemas, amigos, passeios etc.) e não fazemos nada sobre isso.
As pessoas tomam decisões por nós
As pessoas falam o que querem para nós sem nos respeitar
As pessoas nos manipulam
Continuamos com pessoas que nos dizem e nos fazem passar momentos que não nos afetam emocionalmente e nos causam dor.
As pessoas controlam nosso tempo
Fazemos o que os outros dizem
Aceitamos ações inadequadas

CONSEQUÊNCIAS DE NÃO COLOCAR LIMITES NA NOSSA VIDA

Não seremos pessoas autênticas, se apenas queremos agradar aos outros. Nossa auto-estima permanecerá baixa e as pessoas nos tratarão como elas acham que devem nos tratar, pois não avisamos nada a elas.

PORQUE NÃO ESTABELECEMOS LIMITES?

Em muitas ocasiões, não estabelecemos limites por medo de não ter a aprovação de outras pessoas. Ser deixado em paz ou ser rejeitado.

Pode acontecer também por medo de que os relacionamentos mudem. Deixar as pessoas pensndo que somos pessoas más ou que somos egoístas e não pensamos nos outros.

COMO DEFINIR LIMITES? 

Tome decisões
Diga não
Diga o que te incomoda
Fique longe de pessoas tóxicas
Não faça algo que você não quer
Não deixe que invadam a sua privacidade
Avise as pessoas o que você quer fazer e o que não quer fazer
Não aceite abuso verbal ou físico
Não seja manipulado

BENEFÍCIOS AO DEFINIR LIMITES

1.Segurança: Nossa segurança cresce conforme que estamos colocando limites em nossas vidas. Uma pessoa segura de si é caracterizada por não esperar pela aprovação de outras pessoas.

2. Auto-estima: Nossa auto-estima cresce. Uma pessoa com alta auto-estima não aceita que invadam seu espaço, porque confiam em si mesmas e em suas decisões. E ela sempre quer o melhor para si.

3. Respeito: Depois de começar a estabelecer limites em sua vida, o respeito pelos outros aumenta. Assim como o seu auto-respeito. Lembre-se de que você deve se respeitar para que outros o façam.

4. Autonomia: você se torna uma pessoa mais independente emocional e fisicamente, percebe que se tem a si mesmo e que precisa cada vez menos da aceitação dos outros para se sentir bem consigo mesmo.

5. As pessoas vêem você de maneira diferente: Ao estabelecer limites, as pessoas ao seu redor agem de acordo. Elas te verão com respeito e caráter, porque isso reflete segurança e autoconfiança.

6. Crescimento pessoal: Suas aspirações pessoais, como sonhos, objetivos e projetos, estão sempre crescendo. Quando você é uma pessoa que estabelece limites, você se torna autoconfiante e, portanto, toma decisões sobre o que deseja ou não em sua vida. Esse é o ponto máximo do Auto cuidado e de ser um adulto que sabe se cuidar, que não precisa buscar incessantemente pela aprovação dos pais e nem muito menos proteção deles, quando eles já cumpriram esse papel na sua infância. ( Ou pelo menos deveriam ter cumprido ali naquele momento).

7. Confiança: sua confiança aumentará cada vez mais, e você se sentirá mais próximo de você em todas as decisões que tomar, sempre que colocar limites às pessoas que te machucam ou que adotam ações inadequadas.

Pode acontecer que no começo seja um pouco difícil estabelecer limites. No entanto, ao fazê-lo, você se sentirá mais confiante em si mesmo. E, portanto, você continuará fazendo isso a seu favor. Você estará ciente do seu próprio valor, e somente você quem decide e permite que outras pessoas façam com você o que elas querem.

Nós devemos estabelecer limites. E se for necessário não conviver, mesmo que sejam nossos pais, irmãos ou qualquer outro membro da família. (Incluindo relacionamentos amorosos)

Estabelecer limites permite que outros nos vejam de maneira diferente e com respeito. Mas isso deve ir começando por nós mesmos.


Se você se reconhecer em muitos pontos neste texto e quer reconhecer os fatores que possam estar te limitando você pode agendar uma sessão individualizada comigo clicando aqui. Se você gostou dessa dica e quer receber toda semana de forma gratuita mais dicas como esta, se inscreva aqui no BLOG que todos os meus textos, que são 2 na semana chegam direto na sua caixa de email sem você se preocupar em perder nenhum deles. Garanta já o seu lugarzinho !

Se você quer saber sobre o meu trabalho e falar comigo pelas redes sociais, eu publico muita coisa todo dia que te deixam antenado nas energias do momento. Clique aqui para ir ao meu instagram.

Com amor, Mariana.

  

Aqui fica o conteúdo do Post...Aceita HTML, portanto você pode montar o conteúdo do jeito que quiser!!!

#htmlPersonalizado#